Domingo, 23 de Março de 2008

vamos fazer de conta?

"Faz de conta que te sentes mesmo bem com isso"

Que acreditas que curas as feridas de dentro a partir do exterior.

 

Nao faz mal, a sério, importa-me pouco se farás ou nao a operação ao peito, se retocas-te os pés de galinha. faz-te sentir melhor, dizes, a quem te quer ouvir.

E baixinho ao espelho, dizes e convences-te.

 

Nao , mal nenhum, nao me compreendas mal, sim, percebo a ideia, a vida é tão curta para andarmos aqui a sofrer um corpo que nao queremos, que já nao nos reflete .

O problema querida, é que não sabes o que fazer a seguir.

 

Se contas e admites, demonstras que já não prestavas e tiveste de recorrer à oficina.

Se escondes, vives no pânico de que te descubram cicatrizes, que não acreditem que foi só ginásio e alimentação equilibrada. e mais.

 

Tentas converter-te que foi só desta vez, mas não tardarás a encontrar-te mais defeitos, a marcar nova recauchutagem.

Nao tem mal nenhum, naturalmente, nada me tira o orgulho de te levar pelo braço, enquanto te assobiam pelas costas.

 

 O problema, minha querida, é que nos cruzamos com tantas e tantas mulheres que se começam a parecer contigo, vindas da mesma fábrica, e na noite dos nosso lençóis já não passo a mão pelos teus seios mas por mais uma obra do doutor.

 

É o teu peito mas podia ser daquela que vimos hoje na praia.

E sabes bem que recorro também eu a ajudas, agora que o Outono do corpo me bate à porta ,um comprimido e aí estou eu.

 

Mas ainda que nos larguemos depois de tantos minutos, suados, saciados, sabemos ambos, em silencio, que não estivemos só os dois na cama.

Fazemos então de conta que nos sentimos melhor, que tudo isto existe para nós aproveitarmos.

 

Acontece que via outro dia uma serie na televisão (já te tinhas deitado) e não gostei da letra da canção do genérico: "Põe-me bonita. Um corpo perfeito, uma face perfeita, uma perfeita...mentira."

A gente não gosta de ouvir o que nos atormenta.

 

Fiquei um nadinha para ali parado, furioso com esta gente que não sabe o que se sofre quando o corpo já não nos quer, isto de fazer musiquinhas moralistas é muito bonito para quem gosta de ser ver, para quem não precisa, não é, ternura? Ainda assim - que queres? - dei por mim a ir buscar fotos antigas, onde estamos nós e o corpo que andas a lutar por conservar.

 

Queria ver-te quando eras tu e não um pedaço do doutor Mendes mais outro bocado do doutor Vasques, quando ainda não ias semanalmente injectar-te entre as sobrancelhas, a fim de espantares as duas rugas fundas que te andam a marcar a testa.

 

As pessoas maldosas, minha querida, não entendem esta equação simples: se gostares de te ver, gostas mais de ti, logo gostas mais dos outros, logo a nossa relação melhora.

É por isso que não compreendo que a ferida não sare, que não goste de te ver assim, nessa angustia permanente, um estado de nervos constante, a perguntares-me a cada minuto como estás, a cada jantar fora a medires o que pensarão de ti as pessoas do restaurante.

Confunde-me que te preocupe tanto o olhar dos outros.

 

Porque pensas que olham para ti mas olham para a obra do doutor.

Porque aquilo em que te transformas aos bocados está ao alcance de todos.

Basta tempo e carteira , mas pronto.

Ainda que não saibamos já quem somos (repara que também implantei cabelo) gostava de pensar que nos sentimos melhor (será que me restam comprimidos para esta noite?).

 

Porquê este desconforto constante?

Procuro-te os olhos, na esperança de reencontrar ainda o que resta de ti.

Diz, querida? Foste hoje colocar lentes de contacto azuis?

Nao , mal nenhum ,desde que te sintas bem."

 

Texto de Rodrigo Guedes de Carvalho

porque não nos aceitamos como somos???

escrito por Divine às 21:49

link do post | diz.. | já disse... (1) | se gostas adicionar
Quinta-feira, 20 de Março de 2008

páscoa

Páscoa... ou só mais um feriado...????

.

é aquela magnifica altura do ano que tem como símbolo o ovo, mas o animal que está associado a esta altura é o coelho, vá se lá  saber porque..?!

.

a festa tradicional associa a imagem do coelho, porque o (coelho) é considerado um símbolo de fertilidade.

a origem do símbolo do coelho existe porque é sabido  que os coelhos são notáveis por a sua capacidade de reprodução e  como a Páscoa é ressurreição, é renascimento, nada melhor do que coelhos, para simbolizar a fertilidade!

e os ovos pintados com cores brilhantes..??  representam  a luz solar, dados como presentes.

.

existe .uma  lenda que conta que uma mulher pobre coloriu alguns ovos e escondeu-os   num ninho para dá-los a seus filhos como presente de Páscoa ,quando as crianças descobriram o ninho, um grande coelho passou a  correr.

espalhou-se então a história de que o coelho é que trouxe os ovos.

é a mais pura verdade, alguém duvida?

.

o chocolate:

lá para  meados do século XVI, acreditava-se que, além de possuir poderes afrodisíacos, o chocolate dava poder e vigor aos que o bebiam.

por isso, era reservado apenas aos governantes e soldados.

aliás, além de afrodisíaco, o chocolate já foi considerado um pecado, remédio, ora sagrado, ora alimento profano.

os astecas chegaram a usá-lo como moeda, tal o valor que o alimento possuía.

.

chega o século XX, e os bombons e os ovos de Páscoa são criados, como mais uma forma de estabelecer de vez o consumo do chocolate no mundo inteiro. 

.

mas afinal o que é a pascoa?

.

para o mundo cristão:

a Páscoa, também conhecida pelo dia da ressurreição, é a celebração religiosa mais importante do ano litúrgico da Igreja.

na Páscoa celebra-se o dia em que Jesus Cristo ressuscitou, três dias após a sua morte por crucificação, facto que se acredita ter acontecido entre o ano 27 e 33 DC.

 

para muitos a oportunidade de uns dias de descanso!!!

 

(para mim um dia a rigor com visita "Pascal ",tradição familiar)

escrito por Divine às 09:28

link do post | diz.. | se gostas adicionar
Quarta-feira, 19 de Março de 2008

ironia-mal amadas/os

em todos os  relacionamentos, existem alturas de duvida, quem nunca se questionou  se o outro nos ama de verdade., ??

assim tipo  uma forma de amar fingida e acomodada, como um habito.

não há  maneira de amar a fingir, ou haverá???

 .

eu hoje acredito que em  determinadas alturas   confundimos amor com posse (és meu/minha) 

é um  o amor sufocante, prende, impõe condições..

não, não ponho em causa que seja amor verdadeiro mas   torna-se uma  dependência e leva-nos a saturação é uma sensação de que é difícil de respirar.

 .

a mim faz-me  sentir insegura e a precisa do meu espaço  para estar bem, espaço para ser o que eu sou e me encontrar,

começamos a estabelecer uma série de condições para que a relação esteja bem.

.

o amor é uma energia que flui livre, ou deveria ser, compartilhar  uma sensação agradável de confiança onde uma pessoa é sentir liberdade para ser ,é  fazer da relação a dois uma coisa agradável de se viver

acredito sinceramente que uma relação saudável tem que ter uma pitada de saudade, de picante e de surpresa.

.

 com um relacionamento de muitos anos hoje tenho 24 horas de convivência diária, e , questiono-me se é realmente isto que me faz feliz, se é o que eu quero... ??

se não devo esperar mais nada da vida...???

.

não ponho em casa o amor que sinto mas o desgaste que me esta a provocar.

tem a presença física o companheirismo  mas falta o romance ,a saudade de querer estar, o desejo, e a cumplicidade passa a segundo plano

sinto falta do beijo de despedida que deixou de existir ,dos telefonemas a meio da tarde a querer saber de mim até dos e-mails mais infantis ou indecorosos eu sinto falta...

 .

quando as palavras são inúteis e nos sentimos a falar como que sozinhas porque aparentemente o problema não existe, começamos a sentirmo-nos como um dado adquirido e a duvidar se se a insatisfação não é só nossa....

.

isto que vou dizer é  tão delicado que vou ser crucificada mas é o que sinto, principalmente ao ler vários blogs ....

uma grande parte das mulheres numa determinada faixa etária são "mal amadas" e nem sabem bem porque!

sentem-se incompletas vazias e principalmente insatisfeitas tanto com elas como com os companheiros ,não estou a dizer que não os amem ....

  .

a maioria das mulheres é mal amada, e ponto final.

.

tenho um amigo meu que quando se menciona  que uma mulher é mal amada, começa logo por dizer que se é mal amada é feia  e todas aquelas tretas que a indústria da beleza incute nas cabeças dos homens

 . .  

as  mulheres quando se sentem  "mal amada" são solitárias mesmo com companheiros presentes e sexualmente activos ou  mesmo  tendo uma  intensa vida social.

e da solidão nasce a procura...acho que uma boa parte dos blogs femininos nasceu dessa procura de novidade uma forma de desabafo e de descoberta.

. 

e por falar em sexo, o lado mau  do sexo rotineiro é a acomodação!!

quando se  pára de procurar novas formas de dar e de sentir prazer ou  simplesmente nos esquecemos  de namorar, é Isso mesmo!!

.

o sexo  perder qualidade quando deixamos  de agir como nos primeiros tempos que queríamos agradar que cada dia era especial...

 esquecemo-nos muitas vezes como é bom beijar na boca, ou jantar a dois, ou planejar uma noite de sexo...

enfim, esquecemos muitas vezes  do quanto é bom namorar e terminar a noite numa envolvente e apaixonada noite de prazer

.

claro que é possível  sentir prazer quando estamos há cinco, dez, ou mesmo mesmo 20 anos  com o mesmo companheiro

.

mas a  rotina é fatal à vida sexual....

aquela história de que o sexo muda depois do casamento não é verdadeira 

mas não é  lenda que existem pessoas mal-resolvidas e que a rotina "mata"

 .

amor é uma postura diante da vida e uma maneira de ver o mundo!

.

não pode haver condição para o amor existir; a pessoa  aceita-se e aceita o outro exatamente como ele é,e  ama incondicionalmente ou dá um novo rumo na vida...

.

mas com estes prós e contras todos garanto que ainda pode existir amor!

 

  não tem arte a ironia de mulher mal-amada!!!!!

escrito por Divine às 10:51

link do post | diz.. | se gostas adicionar
Terça-feira, 18 de Março de 2008

atracção

a lei da atracção

 

cheguei ao escritório um pouco antes das nove como sempre, gosto de tomar o meu café e fumar um cigarro nas calmas a olhar a vista fantástica que tenho da janela do escritório.

 

acabo de sentar-me à secretaria, a voz dele surgiu no intercomunicador, a dizer que precisava de discutir comigo uns projectos.

 

o Rui é dos meus colegas mais antigos na empresa, um homem com um charme incrível e muito gentil, não somos propriamente amigos mas conversamos bastante, tomamos café uma vez ou outra juntos, falamos de tudo inclusivamente das respectivas famílias e de trabalho.

 

sem ser bonito tem uns  olhos  negros  lindos, um sorrido franco e o que mais me atrai é o jogo de palavras, o rui é um sedutor.

 

 

-desculpa não te ouvi entrar disse-lhe num tom amigável

ele vinha para uma reunião estritamente profissional e começou a falar das novas formulas ,etc etc

 

eu estudava-o atentamente, os olhos negros que desviaram o olhar quando se encontravam com os meus, as mãos finas, a boca perfeita.

Enquanto ele falava, eu reconheço que pensava como se comportaria com uma mulher, seria terno? apaixonado? como beijaria...?

 

-estas a ouvir-me?

-estas a prestar atenção???

 -não ouço comentários... o que pensas dos meus projectos?

 

bolas senti que  me tinha lido os pensamentos, tinha cruzado os braços e olhava para mim a sorrir com aquele sorriso (derrete corações)

 

procurei uma resposta adequada mas não encontrei nenhuma valida..

 

-estás a ver se ouvi o que dizias??

- pois bem , acompanhamento (.......) através de relatórios escritos já foi experimentado neste( ...............) portanto , por mim podes seguir com o projecto.

 

então os papéis inverteram-se, enquanto eu falava ele passou a observar-me de um modo "descarado" acho que me queria mostrar que sabia o que eu pensava enquanto ele falava...

 

percorreu-me com os olhos, como se tocasse todas as partes do meu corpo.

 

reconheço que sentir-me descoberta começou a preocupar-me, mas ao mesmo tempo, sentia o olhar dele e gostava.

 

uma parte de mim dizia para evitar o Rui a outra incitava-me a continuar com este jogo de sedução.

cruzei as pernas com sensualidade

 

- o que deveríamos fazer era juntarmo-nos mais disse-me ele

eu fiquei atrapalhada a pensar no que me tinha metido com a minha mania das brincadeiras..

 

-digo  que seria importante termos reuniões de trabalho para afinar os pormenores

sorriu para mim e saiu com um sonoro bom dia.

 

é um  sedutor, e amo ser seduzida por ele.

seduzida, que acaba “sem querer” seduzindo-o também.

será isso possível?

sorrio... como não se a intenção primeira fosse  inegavelmente,será...??

 

sexo não tem nada a ver com isto

 

escrito por Divine às 21:33

link do post | diz.. | já disse... (2) | se gostas adicionar

"não há soluções, há caminhos"

 

duas das coisas que solenemente me irritam

uma é a perfeição até porque não existe outra é a passividade!!

faz-me confusão como se pode viver assim, deixar-se ir...

.

quando temos escolhas são no mínimo duas.

Todos os dias ao acordar temos duas escolhas.

.

acordar e pensar que hoje é igual a ontem uma pasmaceira

um desanimo começamos há partida a desistir,

baixamos os braços e embarcamos na rotina maldizemos

que somos os pobres coitados numa sobrevivência infeliz.

.

ou acordamos com um pensamento positivo

acreditamos que hoje vai ser melhor do que ontem ou pelo menos diferente.

afinal se não existem duas coisas iguais porque é que tem de existir dois dias iguais???

.

nem sempre pensei assim!!

.

houve uma época, não muito distante

que me senti completamente desiludida com a vida.

julgava-me a ultima das pessoas que a vida não tinha sido justa comigo muito menos generosa, não tinha vontade de nada e viver era arrastar-me.

cada dia era só mais um dia e era-me completamente indiferente tudo o que me rodeava para mim a vida perdeu a graça.

.

durante esse período de tempo, vive como um zumbi.

o que me matava era o silêncio que me propus a fazer de um segredo que não sendo meu me envolvia directamente.

para os outros era a de sempre...cara alegre uma mascara estudada.

depois de me consumir durante meses

chorar um dilúvio senti que tinha que fazer alguma coisa por mim.

.

na verdade o meu pior inimigo era eu...
estava rodeada de problemas

sentia-me uma coitadinha queixava-me de solidão

mas nunca deixei ninguém aproximar-se realmente...

.

o tempo algumas vezes pode ser um óptimo conselheiro

nesse espaço de tempo resolvi ter uma conversa comigo...

(deixa-te de merdas ... ) e acorda para a vida...

o mundo não é perfeito nem nunca vai ser...

e tu não és dona da verdade!!

olha a tua volta existem pessoas com vidas complicadas e sorriem.

.

o desânimo leva-nos ao fundo, faz-nos desistir, às vezes a vida torna-se irónica e faz-nos sentir parvos.

se olharmos há nossa volta existem milhares de problemas

muito mais graves ,que os nossos quando comparados tornam-se, por vezes, ridiculamente pequenos e fazem-nos sentir estúpidos e, por vezes patéticos.

.

passei a entender que os meus sonhos são só meus.

que não posso sonhar baseado no que espero dos outros

ou no que possivelmente me vão dar.

a minha felicidade tem que passar por mim,

e aprendi a aceitar que o mundo é multiplural

que cada pessoa é única na sua forma de ser e estar.

.

erramos???? claro que sim

a vida nunca é inútil apesar dos erros cometidos

até porque errar faz parte do nosso crescimento

.

acordar com a convicção de que podemos fazer algo diferente arregaçar as mangas

por um sorriso nos lábios ajuda pelo menos a levantar o nosso estado de espírito

e dos outros.

. 

é isso que se chama livre arbítrio podemos fazer as nossas escolhas

escolher os nossos caminhos.

 .

caminhos são pequenos descobertos

 .

o dia pode ser bem mais produtivo se tentarmos ver as coisa de forma positiva,

os problemas podemos ou não resolve-los mas pelo menos sabemos que tentamos

e amanha podem continuar lá, mas vamos acordar com mais vontade par lutar.

 .

vivemos na era do  facilitismo do chico espertismo onde dizer mal é palavra de ordem poucos de nós param para pensar o porque de tanto mal dizer..

e como se correr para aproveitar uma cunhazita, afinal se é mais fácil ...

 .

na nossa caminhada longa, uma "mochila" acaba por ser indispensável

ao colocar algo lá dentro é preciso estar atento... 

.
é necessário prestar atenção ou mesmo mais atenção ao volume

do que se coloca lá dentro, do que ao peso... 

.
é necessário prestar também atenção à forma com se coloca esse volume lá dentro... porque, caso seja necessário retirar um grande volume de um dos lados da mochila,

o resultado (inevitável) é o desequilíbrio.

.

a vida é como uma mochila...

.

quando um gesto de bondade, um gesto de apoio, um gesto de carinho nos provoca tristeza ou dor..

Talvez esteja na altura de rever algumas atitudes...

 

viver é uma bênção e hoje acredito que quando não conseguimos encontrar a tranquilidade e a felicidade dentro de nós mesmos ,de nada ser procura-la em outro lugar!! 

 

 

escrito por Divine às 10:48

link do post | diz.. | já disse... (4) | se gostas adicionar
Segunda-feira, 17 de Março de 2008

o que faço aqui?

 

 

por muito que pudesse estar alheada da realidade, nas nuvens, distraída do mundo, ouvir, falar de blogues é constante, uma coisa como:
.
“ah, isso é como ter um diário mas ao contrário!"
.
onde toda a gente pode entrar e lê, faz-me logo lembrar que sim, eu também já o fiz ,ja entrei sorrateiramente na" vida " de outras pessoas, fui andando pé ante pé, e vamos descobrindo que a vidas são  mais idênticas, que temos mais pontos em comum com outras pessoas do que imaginamos ao inicio.
.
pessoas que falam de solidão, de amores e desamores, de sexo mais ou menos reprimido, os que gostam de dar nas vistas, os mais sérios e intelectuais, e de lembranças.... lembranças ficam, por maior que seja o tempo que nos distanciamos delas!
 .
meninas armadas em mulheres crescidas, homens que se fazem passar por mulher.. enfim é um mundo, e desabafar faz bem há alma!!
.
pode ser um segredo só nosso e ao mesmo tempo partilhado, estranho...? não ,é facil aqui escrevem-se coisas que 90% das pessoas não assumo na sua realidade, portanto é um segredo nosso partilhado por todos .
.
bem baralhado no fundo todos procuram o mesmo por muito que o neguem, que seja lido e visitado...
.
já me envolvi "emocionalmente " em algumas histórias, já rir e já chorei.. verdadeiras ou não? que me importa...
.
já li sobre tudo...já fiz alguns comentários meio que tímidos, e agora apeteceu-me começar o( meu blogue)
.
e sabes que é um vício? disse-me alguém... mas se o problema é esse, ao contrário? prefiro não saber...
.
faz-me sentir bem, miuda... talvez!
.
a juventude, essa já não está mais tão tenra aparentemente, porém dentro de nós ainda somos crianças!
.
de bom...eu só espero que as incertezas, inseguranças, angústias, dúvidas e tudo o mais que a imaturidade ou mesmo inexperiência deixa transparecer em nós, que esses já estejam dissipados.
.
é um bom dia para começar é quando um homem quer ou uma mulher lhe apetece!!
 
«Quis saber quem sou
O que faço aqui
Quem me abandonou
De quem me esqueci
Perguntei por mim
Quis saber de nós»
P.Carvalho
escrito por Divine às 16:27

link do post | diz.. | se gostas adicionar

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Abril 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.sonhos e fragrâncias

. vamos fazer de conta?

. páscoa

. ironia-mal amadas/os

. atracção

. "não há soluções, há cami...

. o que faço aqui?

.suaves aromas

. Abril 2014

. Julho 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Novembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

.divinos

. É A HORA DE LIBERTARES A...

.links


.últ. comentários

Estive no Canadá e em alguns países da África. O m...
Mulher maduraIvone Boechat (autora)Esse ar puro ox...
O maior elogio ao autor é dar-lhe o crédito de aut...
MULHER MADURAIvone Boechat (autora)Esse ar puro ox...
Por favor, conte-me quanto dinheiro já perdeu porq...
MULHER MADURAIvone Boechat (autora) Esse ar puro ...
A autora de Mulher Madura sou eu: Ivone Boechat
Mulher madura Ivone Boechat Esse ar...
Meu texto MULHER MADURA aparece aqui com a assinat...
No seu perfil, você postou meu texto SOU MULHER na...

.pesquisar

 
blogs SAPO

.subscrever feeds