Quinta-feira, 29 de Maio de 2008

Desejo

..e eu mergulho no oceano do teu desejo
e sinto em mim o tremular do teu corpo

sinto a tua  pele..suada..molhada..
transpirando a tua  "inocência"..exalando a essência
sinto o meu corpo derreter no calor da tua indecência

os dentes..as unhas..o segurar pelos cabelos..

o teu ar sacana..
e o gosto do meu desejo…na tua boca..no teu rosto..
e o cheiro novo..nosso..de quando me misturo em ti..

e não existe mais realidade..apenas esse nosso universo
e a eternidade de alguns segundos..
..e o teu sorriso..de menino

escrito por Divine às 11:13

link do post | diz.. | já disse... (8) | se gostas adicionar

Ritual

corpos.jpg

Sem palavras, apenas gesto porque todas as palavras do mundo são inúteis .

Simples tacto, como que por linguagem gestual, toques, as minhas mãos exploram em plena descoberta ao mesmo tempo que a minha boca passeia pelo teu corpo.

Sinto a tua respiração na minha face que aumenta ao mesmo tempo que a sinto descer no meu corpo.

Dois corpos juntos é puro instinto, sem palavras apenas calor, carinho, desejo, amor, tesão, ousadia nada mais é necessário um completa o outro na descoberta que se promove os demais instintos.

Sussurram tesão, transpiram desejos, exaltam o que sentem as mãos entrelaçam-se o universo é nosso ao chegar ao topo e o que era vivo morre por instantes na mais erótica das sensações de desejo e luxúria.

Amanheceu.....somos só tu e eu.

Deitados cansados e saciados.

Sem palavras ....bonitas, amor? sexo....

Corpos transpirados, juntos, exaltantes querem um ao outro é algo que vicia e poucos minutos depois o ritual inicia.

tags: , , , ,
escrito por Divine às 08:39

link do post | diz.. | já disse... (4) | se gostas adicionar
Terça-feira, 6 de Maio de 2008

Elogio do Pecado ...

me myself and i...

Ela é uma mulher que goza celestial sublime isso a torna perigosa e tu  não podes nada contra o crime de ela ser uma mulher que goza. Tu  podes persegui-la, ameaçá-la ,tachá-la, matá-la se quiser retalhar seu corpo, deixá-lo exposto pra servir de exemplo.
É inútil. Ela agora pode resistir ao mais feroz dos tempos à ira, ao pior julgamento repara, ela renasce e brota nova rosa.
Atravessou a história foi queimada viva, acusada desceu ao fundo dos infernos e já não teme nada retorna inteira, maior, mais larga
absolutamente poderosa

BL

escrito por Divine às 20:26

link do post | diz.. | já disse... (2) | se gostas adicionar
Domingo, 23 de Março de 2008

vamos fazer de conta?

"Faz de conta que te sentes mesmo bem com isso"

Que acreditas que curas as feridas de dentro a partir do exterior.

 

Nao faz mal, a sério, importa-me pouco se farás ou nao a operação ao peito, se retocas-te os pés de galinha. faz-te sentir melhor, dizes, a quem te quer ouvir.

E baixinho ao espelho, dizes e convences-te.

 

Nao , mal nenhum, nao me compreendas mal, sim, percebo a ideia, a vida é tão curta para andarmos aqui a sofrer um corpo que nao queremos, que já nao nos reflete .

O problema querida, é que não sabes o que fazer a seguir.

 

Se contas e admites, demonstras que já não prestavas e tiveste de recorrer à oficina.

Se escondes, vives no pânico de que te descubram cicatrizes, que não acreditem que foi só ginásio e alimentação equilibrada. e mais.

 

Tentas converter-te que foi só desta vez, mas não tardarás a encontrar-te mais defeitos, a marcar nova recauchutagem.

Nao tem mal nenhum, naturalmente, nada me tira o orgulho de te levar pelo braço, enquanto te assobiam pelas costas.

 

 O problema, minha querida, é que nos cruzamos com tantas e tantas mulheres que se começam a parecer contigo, vindas da mesma fábrica, e na noite dos nosso lençóis já não passo a mão pelos teus seios mas por mais uma obra do doutor.

 

É o teu peito mas podia ser daquela que vimos hoje na praia.

E sabes bem que recorro também eu a ajudas, agora que o Outono do corpo me bate à porta ,um comprimido e aí estou eu.

 

Mas ainda que nos larguemos depois de tantos minutos, suados, saciados, sabemos ambos, em silencio, que não estivemos só os dois na cama.

Fazemos então de conta que nos sentimos melhor, que tudo isto existe para nós aproveitarmos.

 

Acontece que via outro dia uma serie na televisão (já te tinhas deitado) e não gostei da letra da canção do genérico: "Põe-me bonita. Um corpo perfeito, uma face perfeita, uma perfeita...mentira."

A gente não gosta de ouvir o que nos atormenta.

 

Fiquei um nadinha para ali parado, furioso com esta gente que não sabe o que se sofre quando o corpo já não nos quer, isto de fazer musiquinhas moralistas é muito bonito para quem gosta de ser ver, para quem não precisa, não é, ternura? Ainda assim - que queres? - dei por mim a ir buscar fotos antigas, onde estamos nós e o corpo que andas a lutar por conservar.

 

Queria ver-te quando eras tu e não um pedaço do doutor Mendes mais outro bocado do doutor Vasques, quando ainda não ias semanalmente injectar-te entre as sobrancelhas, a fim de espantares as duas rugas fundas que te andam a marcar a testa.

 

As pessoas maldosas, minha querida, não entendem esta equação simples: se gostares de te ver, gostas mais de ti, logo gostas mais dos outros, logo a nossa relação melhora.

É por isso que não compreendo que a ferida não sare, que não goste de te ver assim, nessa angustia permanente, um estado de nervos constante, a perguntares-me a cada minuto como estás, a cada jantar fora a medires o que pensarão de ti as pessoas do restaurante.

Confunde-me que te preocupe tanto o olhar dos outros.

 

Porque pensas que olham para ti mas olham para a obra do doutor.

Porque aquilo em que te transformas aos bocados está ao alcance de todos.

Basta tempo e carteira , mas pronto.

Ainda que não saibamos já quem somos (repara que também implantei cabelo) gostava de pensar que nos sentimos melhor (será que me restam comprimidos para esta noite?).

 

Porquê este desconforto constante?

Procuro-te os olhos, na esperança de reencontrar ainda o que resta de ti.

Diz, querida? Foste hoje colocar lentes de contacto azuis?

Nao , mal nenhum ,desde que te sintas bem."

 

Texto de Rodrigo Guedes de Carvalho

porque não nos aceitamos como somos???

escrito por Divine às 21:49

link do post | diz.. | já disse... (1) | se gostas adicionar
eXTReMe Tracker

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Abril 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.sonhos e fragrâncias

. Desejo

. Ritual

. Elogio do Pecado ...

. vamos fazer de conta?

.suaves aromas

. Abril 2014

. Julho 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Novembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

.divinos

. É A HORA DE LIBERTARES A...

.links

.últ. comentários

Estive no Canadá e em alguns países da África. O m...
Mulher maduraIvone Boechat (autora)Esse ar puro ox...
O maior elogio ao autor é dar-lhe o crédito de aut...
MULHER MADURAIvone Boechat (autora)Esse ar puro ox...
Por favor, conte-me quanto dinheiro já perdeu porq...
MULHER MADURAIvone Boechat (autora) Esse ar puro ...
A autora de Mulher Madura sou eu: Ivone Boechat
Mulher madura Ivone Boechat Esse ar...
Meu texto MULHER MADURA aparece aqui com a assinat...
No seu perfil, você postou meu texto SOU MULHER na...

.pesquisar

 
blogs SAPO

.subscrever feeds