Segunda-feira, 14 de Julho de 2008

Filhos

 Kahlil Gibran foi um dos mais importantes autores em língua árabe do início do século XX.
E um dos poetas que melhor escreveu o amor.
A maioria dos pais não apreciam de facto a individualidade única dos filhos, em vez disso, vêem os filhos como prolongamento deles próprios.
Kahlil Gibran, escreveu no que são talvez as mais belas palavras jamais escritas sobre a educação dos filhos.

 

Nossos  filhos não são Nossos filhos.
São os filhos e as filhas da ânsia da vida por si 

Vêm através de ti, mas não de ti.

E embora vivam convosco, não nos pertencem.


Podesmos dar-lhes o nosso  amor, mas não os nossos pensamentos,
 Porque eles têm seus próprios pensamentos.
 Podemos alojar-lhes os  corpos, mas não as almas;
 Porque as  almas deles vivem na casa  do amanhã,que nós
 [ não podemos visitar nem  em sonhos. Podemos  lutar  por ser como eles, mas não tentar  fazê-los ser como nós]
 Porque a vida não anda para trás nem espera pelo ontem

Nós somos  o arco  a partir do qual são disparados os nossos filhos

 [como setas vivas]                    

O arqueiro vê o alvo no caminho do infinito e arqueia-se com  a sua força

para que  a sua flecha  possa ir longe e veloz.

Deixar que o nosso  arquear de  mãos  seja satisfação

Porque assim como ele ama a seta que voa ,ama tambem o arco que é firme.


                    

tags: , , ,
escrito por Divine às 10:37

link do post | diz.. | se gostas adicionar
7 comentários:
De hombresoñador a 14 de Julho de 2008 às 13:35
realidades da vida
De Divine a 14 de Julho de 2008 às 15:46
Por onde todos já passamos ou vamos passar, quer como filhos ou pais.
Boa tarde
De pindel a 14 de Julho de 2008 às 15:24

E não há arco mais firrme... "todo o nosso amor "...por eles, os nossos filhos.

Bj grande.

obs.irei visitar-te no fragancias...
De Divine a 14 de Julho de 2008 às 15:48
Um amor sem tamanho.
Costumo dizer que a única profissão vitalícia sem direito a reforma é a de mãe.

Queres dizer no: ficheiros?
Beijocas
De pindel a 14 de Julho de 2008 às 16:19
queria dizer:no e-mail

bj
De samueldabo a 14 de Julho de 2008 às 23:53
Divine.
Este post é profundo, como todos os textos que nos vêm do oriente. Mas temos, tenho que pensar que é um ponto de vista de uma outra civilização, com principios dispares da nossa. "Os nossos filhos vêm através de nós, mas não de nós". Será num cenário puro de procriação, mas quando somos nós, a nossa vontade que os concebe de dentro de nós, da nossa alma e os consubstanciamos num acto conjunto de amor, eu penso que não sendo nossos, nossa propriedade, são de nós. É verdade que eles são uma entidade independente de nós, uma alma soberana, mas sujeitos a influências nossas de fora de nós e de dentro de nós, sem que tenhamos qualquer intervenção objectiva.
Nós queremos que eles cresçam livres. Estamos na primeira linha quando precisam. mas não temos o direito de pertença, de direccionar o que lhes pertence direccionar.
É um texto muito profundo, Divine, que não se esgota numa simples reflexão.
beijos
De Divine a 15 de Julho de 2008 às 11:00
O teu comentário é tão discutível como o próprio texto mas hoje recuso-me a dar-te outra resposta como aquela de 3 páginas:)
Beijo

Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Abril 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.sonhos e fragrâncias

. A escolha é sua

. Quando se revela

. Voltaste

. Voltar

. Hoje

. Questão de gosto!

. És uma lição de vida

. Passos

. Caminhos

. Desejo

.suaves aromas

. Abril 2014

. Julho 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Novembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

.divinos

. É A HORA DE LIBERTARES A...

.links

.últ. comentários

Estive no Canadá e em alguns países da África. O m...
Mulher maduraIvone Boechat (autora)Esse ar puro ox...
O maior elogio ao autor é dar-lhe o crédito de aut...
MULHER MADURAIvone Boechat (autora)Esse ar puro ox...
Por favor, conte-me quanto dinheiro já perdeu porq...
MULHER MADURAIvone Boechat (autora) Esse ar puro ...
A autora de Mulher Madura sou eu: Ivone Boechat
Mulher madura Ivone Boechat Esse ar...
Meu texto MULHER MADURA aparece aqui com a assinat...
No seu perfil, você postou meu texto SOU MULHER na...

.pesquisar

 
blogs SAPO

.subscrever feeds

Em destaque no SAPO Blogs
pub