Segunda-feira, 4 de Agosto de 2008

Hoje apetece-me falar de saudade.

 

Hoje apetece-me falar de saudade, não sei porque mas sei que me apetece..


Dizem que a palavra saudade é quase exclusiva da língua portuguesa, saudade é nostalgia é uma lembrança carinhosa de alguém especial que está ausente ou que partiu, também se pode ter saudade de um bem ou de um “tempo” saudade pode englobar tantas coisas..


Saudades pode ser uma mistura de sentimentos, de amor, amizade, perda, dor sei lá.. Hoje tenho saudades, nem sei de que mas tenho.


Saudades do tempo em que sonhava com o “hoje” que tinha objectivos para cumprir, metas que me propus a mim mesma, lembro-me que comprar a casa ( x) e o carro (y) eram uma das minhas/nossas .. Metas, e as primeiras férias fora do pais… era quase um sonho.


Também tinha metade da idade que tenho hoje, mas tenho saudades de sonhar com o “hoje”


Saudades de alguém que não conversamos há imenso tempo, o Rui… tantas conversas, horas e horas que conversamos, rimos, choramos, falamos de tudo…lembro-me quanto a opinião do Rui era importante, era das primeiras pessoas com quem falava quando tinha duvidas, um amigo de verdade, que saudades das nossas conversas que se foram perdendo no tempo.


Saudades da Isa que já não vejo a imenso tempo, o tempo pode trazer saudades podemos falar todas as semanas por telefone e ate pela internet mas faz-me falta matar saudades fisicamente. New York não é propriamente ali ao virar da esquina… a próxima visita tem que ser tua, (deves-me uma).


Saudades da nossa primeira viagem, porque? Porque fomos felizes, éramos dois miúdos, tudo era novo, um admirável mundo novo.


Saudades do amor, do tempo em que nada tinha importância o facto de estarmos juntos apagava qualquer dúvida, tantas certezas, tantas…, nós: vamos fazer, ter, conseguir, alcançar nunca existia margem para dúvidas.


Saudades do amor cego sem dúvidas. Saudades de não notar os teus defeitos nem tu os meus, ou, se existiam eram pormenores sem a mínima importância que até lhes achávamos graça.


Saudades de mim….Que me perdi algures numa curva qualquer do nosso caminho, saudades de ti, que também cresceste em outras direcções. Mas a vida é mesmo assim não é? Saudades do tempo que discutíamos e era bom fazer as pazes, saudades, saudades, saudades…

 

Saudades dos teus bilhetinhos deixados ao acaso pela casa.

“Veste uma roupa que eu nunca vi, um perfume que nunca senti e vem encontra-me no sítio tal…..”

 

Onde foi que deixamos ficar aqueles dois sonhadores?


Raiva da tua passividade que não me consigas ver... Ver como realmente sou e não como me imaginas, e não te apercebes de como tudo nos pode fugir por entre os dedos.


Saudades do que ainda quero viver, quero sonhar, errar, cair para me voltar a levantar, saudades do que ainda vamos viver juntos (porque acredito nisso), namorar, amar…


Saudades escondidas no armário no meio de roupas velhas
Saudades de viver

 

 

Já tinha escrito isto há algum tempo num outro lado... Hoje deu-me saudades.

"este é pessoal"

 

escrito por Divine às 21:54

link do post | diz.. | se gostas adicionar
|
14 comentários:
De LittleStar ♥ a 5 de Agosto de 2008 às 18:48
Lindo texto... saudades... um sentimento q faz parte de nos.
Saudades d um momento, de uma pessoa, de um cheiro, de um lugar (....) Saudades!

Bjinho
De Divine a 6 de Agosto de 2008 às 10:57
E como é bom ter saudades..
Podemos ter saudades de tanta coisa até de nós próprios:)
Beijoca

Comentar post

eXTReMe Tracker

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Abril 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.sonhos e fragrâncias

. A escolha é sua

. Quando se revela

. Voltaste

. Voltar

. Hoje

. Questão de gosto!

. És uma lição de vida

. Passos

. Caminhos

. Desejo

.suaves aromas

. Abril 2014

. Julho 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Novembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

.divinos

. É A HORA DE LIBERTARES A...

.links


.últ. comentários

Mulher maduraIvone Boechat (autora)Esse ar puro ox...
O maior elogio ao autor é dar-lhe o crédito de aut...
MULHER MADURAIvone Boechat (autora)Esse ar puro ox...
Por favor, conte-me quanto dinheiro já perdeu porq...
MULHER MADURAIvone Boechat (autora) Esse ar puro ...
A autora de Mulher Madura sou eu: Ivone Boechat
Mulher madura Ivone Boechat Esse ar...
Meu texto MULHER MADURA aparece aqui com a assinat...
No seu perfil, você postou meu texto SOU MULHER na...
Você postou meu texto SOU MULHER como anônimo no s...

.pesquisar

 
blogs SAPO

.subscrever feeds