Quinta-feira, 16 de Fevereiro de 2012

Caminhos

 

 

Na vida, tomamos caminhos diferentes por as mais variadas razões...

Mas sempre em busca de algo...

...Felicidade...

...Satisfação Pessoal...

...Poder...

...Sonho...

...Ganância...

...Amor...

Mas, o facto de o caminho de “alguém” não coincidir com o meu, não quer dizer que nos perdemos...

 

 

escrito por Divine às 17:24

link do post | diz.. | já disse... (2) | se gostas adicionar
|
Quarta-feira, 15 de Fevereiro de 2012

Desejo

Cais sobre o meu corpo
E eu dispo-me de toda ansiedade
As tuas palavras
Convidam-me a sonhar contigo
Sob os sons do universo sob o brilho das estrelas.
O sorriso dos teus olhos o timbre da tua voz
É quase indecente, insustentável
Onde a forma é a transparência dos afectos
É mergulhar em magia
Clamar alegria brincar de poesia.
Espreguiçar-me num deserto que sabe a desejo

tags: , , ,
escrito por Divine às 22:06

link do post | diz.. | se gostas adicionar
|

Assim...

Sigo para lugar nenhum
Entre as minhas memórias
Procuro-me como louca
Expectante
Inquieta
Tento controlar os anseios
O desespero
Os conflitos
Sou eu e ele...
Ele, o meu convidado de honra
Que se mantém silencioso
Fazendo jus ao nome
A tristeza
Espreita envergonhada
O espelho na parede
Olha-me com desdém
Até a velha moldura
Sobre a secretaria
Encara-me com escárnio
Procuro-me nas memórias
Onde é que eu me perdi?
Onde é que me deixei?”
De onde vem
Esta sensação de ausência
Tudo é propício à felicidade
(I’ts something missing?…)
Do tempo que passou
Nem me dei conta...
A esperança sempre vem, de certeza?
Prometeu-me que viria...!

escrito por Divine às 16:34

link do post | diz.. | já disse... (5) | se gostas adicionar
|
Terça-feira, 14 de Fevereiro de 2012

Há dias que não são dias ...!!

Há dias tão grandes que mais parecem um mês inteiro...
 
 

Salvos pela música...

 

escrito por Divine às 15:48

link do post | diz.. | se gostas adicionar
|

Quem...?

 

Quem é que nunca teve uma incontrolável vontade de chorar?
Quem é que nunca sentiu um aperto no peito
Quem é que nunca lavou a face com lágrimas?
Quem nunca é que chorou por.... Tudo ou por nada?
Quem é que nunca se calou, querendo gritar?
Quem é que nunca gritou quando se devia calar?
Quem é que nunca engoliu seco, e perdeu a fala?
Quem é que nunca segurou uma lágrima, e sorriu sem graça?
Quem é que nunca sentiu uma sensação de angústia?
Quem é que nunca teve uma incontrolável vontade de chorar?

Quem....?

tags: , , ,
escrito por Divine às 15:30

link do post | diz.. | já disse... (2) | se gostas adicionar
|

Sou

 

Sou o que sou
Sem mentiras nem farsas
Se tu me queres...
Tens que me aceite assim
O fato é que eu sou
Não me vou negar
Anjo e diabo.
Misturas dos dois.
Sou tudo aqui que fizeres de mim
Posso ser tudo ou posso ser nada.
Depende de ti...
Do que queres de mim...

tags: , ,
escrito por Divine às 15:14

link do post | diz.. | se gostas adicionar
|
Segunda-feira, 13 de Fevereiro de 2012

Saudades

Tenho saudades… Tenho saudades de sentir  saudades !!!!

escrito por Divine às 17:39

link do post | diz.. | se gostas adicionar
|

Faz de conta

Escuto os silêncios
Conto as horas
O passar dos dias
Do tempo
As vezes fujo
Corro de mim
O mundo muda
Eu contínuo aqui
A tentar parar o tempo
Tantos momentos
Sonhos, planos, fantasia
Tantas promessas
Momentos vividos
Que o tempo levou
O mundo mudou
Os momentos adormeceram
As palavras calaram-se
Perderam-se os segredos
Que mude o destino...
Por um minuto que seja
Num jogo de faz de conta
Num prazer absoluto
Que seja por um minuto
De um jeito que só eu sei
De um jeito que só tu sabes

escrito por Divine às 16:29

link do post | diz.. | se gostas adicionar
|
Sábado, 11 de Fevereiro de 2012

Wish You Were Here

 

Então como é que  achas que consegues distinguir

O paraíso do inferno

Céus azuis da dor

Consegues distinguir um campo verde

De um frio trilho de aço?

Um sorriso de um véu?

Achas que consegue distinguir?

tags: , ,
escrito por Divine às 21:20

link do post | diz.. | se gostas adicionar
|

Adeus Português

Nos teus olhos altamente perigosos
vigora ainda o mais rigoroso amor
a luz dos ombros pura e a sombra
duma angústia já purificada

Não tu não podias ficar presa comigo
à roda em que apodreço
apodrecemos
a esta pata ensanguentada que vacila
quase medita
e avança mugindo pelo túnel
de uma velha dor

Não podias ficar nesta cadeira
onde passo o dia burocrático
o dia-a-dia da miséria
que sobe aos olhos vem às mãos
aos sorrisos
ao amor mal soletrado
à estupidez ao desespero sem boca
ao medo perfilado
à alegria sonâmbula à vírgula maníaca
do modo funcionário de viver

Não podias ficar nesta casa comigo
em trânsito mortal até ao dia sórdido
canino
policial
até ao dia que não vem da promessa
puríssima da madrugada
mas da miséria de uma noite gerada
por um dia igual

Não podias ficar presa comigo
à pequena dor que cada um de nós
traz docemente pela mão
a esta pequena dor à portuguesa
tão mansa quase vegetal

Mas tu não mereces esta cidade não mereces
esta roda de náusea em que giramos
até à idiotia
esta pequena morte
e o seu minucioso e porco ritual
esta nossa razão absurda de ser

Não tu és da cidade aventureira
da cidade onde o amor encontra as suas ruas
e o cemitério ardente
da sua morte
tu és da cidade onde vives por um fio
de puro acaso
onde morres ou vives não de asfixia
mas às mãos de uma aventura de um comércio puro
sem a moeda falsa do bem e do mal

Nesta curva tão terna e lancinante
que vai ser que já é o teu desaparecimento
digo-te adeus
e como um adolescente
tropeço de ternura
por ti


Alexandre O'Neill

 

tags: , , ,
escrito por Divine às 21:01

link do post | diz.. | se gostas adicionar
|
eXTReMe Tracker

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Abril 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.sonhos e fragrâncias

. A escolha é sua

. Quando se revela

. Voltaste

. Voltar

. Hoje

. Questão de gosto!

. És uma lição de vida

. Passos

. Caminhos

. Desejo

.suaves aromas

. Abril 2014

. Julho 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Novembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

.divinos

. É A HORA DE LIBERTARES A...

.links


.últ. comentários

Mulher maduraIvone Boechat (autora)Esse ar puro ox...
O maior elogio ao autor é dar-lhe o crédito de aut...
MULHER MADURAIvone Boechat (autora)Esse ar puro ox...
Por favor, conte-me quanto dinheiro já perdeu porq...
MULHER MADURAIvone Boechat (autora) Esse ar puro ...
A autora de Mulher Madura sou eu: Ivone Boechat
Mulher madura Ivone Boechat Esse ar...
Meu texto MULHER MADURA aparece aqui com a assinat...
No seu perfil, você postou meu texto SOU MULHER na...
Você postou meu texto SOU MULHER como anônimo no s...

.pesquisar

 
blogs SAPO

.subscrever feeds