Quarta-feira, 25 de Novembro de 2009

Cumplicidade

 

  

Ouço-te de longe

Não são precisas palavras

O teu silêncio é cúmplice

 Na  melodia dos teus beijos

Que deixas falar por ti…

Silenciosamente nos teus suspiros

Estás presente em mim

E eu gosto de ti assim…

Silencioso e cúmplice

Misterioso como a noite

Fecho os olhos e sinto-te aqui..

 

escrito por Divine às 17:30

link do post | diz.. | se gostas adicionar
|
16 comentários:
De madura a 25 de Novembro de 2009 às 23:00
Ol'a querida amiga que nunca esquecerei.tenho saudades daqueles momentos....
Verdade "cumplicidade"ingrediente fundamental entre seres que se gostam.A falta dele desencadeia terramotos.

bj com saudade

De luar a 26 de Novembro de 2009 às 07:04
AMOR TAMBEM E UM TERRAMOTO DENTRO DE NOS.
alguem ja sentiu dizer ola e tremer antes de dizer amiga eu estou agradecida do fundo da meu ser por me dares esperança con os sentimentos que partilhas aqui conosco e que ajudas a ultrapassar muitos dos nossos medos que como um bom filme acaba como começou e com APOIO FAMILIAR E ALGUMAS SERTRALINAS VAMOS VENCER E SAIR DESTE BURACO.OBG RAUL.
De luar a 26 de Novembro de 2009 às 07:08
ESTA NOITE vou sentir o das fechaduras a ajudar todos os que gostam do silencio.ao p"CHAVES"OBRIGADO POR ME AJUDARES SEM ISSO NAO TINHA PACIFICADO.
De Divine a 26 de Novembro de 2009 às 17:17
Não sabia que poderia ajudar alguém com este espaço, se assim for fico contente :)
De Divine a 26 de Novembro de 2009 às 17:15
Olá Laura
Também tenho saudades tuas, lembro-me muitas vezes daquelas nossas conversas.
É verdade que existem pessoas especiais que guardamos no lugar especial do nosso coração tu és uma delas.
Deixa-me o teu contacto, como te disse ( no outro lado) perdi o que tinha… para podermos trocar algumas palavras.
Beijo e gostei de te “ver”
Com saudades
Paula
De luar a 26 de Novembro de 2009 às 07:34
estava-me a esquecer das pilulas... A SILENT FILM!
De Divine a 26 de Novembro de 2009 às 17:17
De Júlia Farias a 26 de Novembro de 2009 às 20:23
Nada como sentir o amor e senti-lo apenas, sem perguntas, sem respostas, sem palavras...Belo poema!
De Divine a 27 de Novembro de 2009 às 13:25
O amor não se explica sente-se;)
Obrigada
De luSar a 5 de Dezembro de 2009 às 18:15
AMOR:ROMA.
sentir é pouco para o sentimento mutuo do milagre que é o AMOR,podes amar sem ser amado,mas a certeza que do outro lado está a outra metade de
ti faz com que tudo mude.
De Divine a 7 de Dezembro de 2009 às 16:49
( amor – amor) Roma é amor ao contrario;)
Sentir nunca é pouco. A outra (outras)metade … é sempre aquela pessoa com quem vivemos um amor , enquanto dura é para sempre;)
De luSAOar a 7 de Dezembro de 2009 às 17:23
o que é sempre..ou para sempre..ou eternamente ..ou infinitamente..ou futuramente..?
EU NÃO SEI!fui ou serei?EU E ELA FOMOS NO FUTURO?sabem dou-te um exemplo de ficção .um filme "DEJÀ-VU"..............como lidar com alguem que sempre existiu na nossa[s] vida[s]e que nos diz tanto que nos confundimos com a propria VIDA e SÊR.quando tudo não passa duma DIVINA mas imprivisivel e não autorizado encontro no TEMPO presente!
De Divine a 7 de Dezembro de 2009 às 17:36
(Como lidar com alguém que sempre existiu na nossa[s] vida[s]e que nos diz tanto que nos confundimos com a própria VIDA e SÊR.)
A isto não te sei responder (possivelmente é uma privilegiada/o por ser amado assim)
Existe tempo que não tem comparação de medida;)
De RAaosUL a 7 de Dezembro de 2009 às 18:40
PRIVILEGIO,ou maldição?
RIO-duran duran
De Divine a 9 de Dezembro de 2009 às 08:28
Amar é sempre um privilegio:)
De luar a 7 de Dezembro de 2009 às 18:37
..."como estão próximos os nossos ombros!
..........tanto bater de assas frementes,
..........que fazenos nós de ti e tu de nós?"I.L.
over my shoulder-mike&mechanics.

Comentar post

eXTReMe Tracker

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Abril 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.sonhos e fragrâncias

. A escolha é sua

. Quando se revela

. Voltaste

. Voltar

. Hoje

. Questão de gosto!

. És uma lição de vida

. Passos

. Caminhos

. Desejo

.suaves aromas

. Abril 2014

. Julho 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Novembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

.divinos

. É A HORA DE LIBERTARES A...

.links


.últ. comentários

Mulher maduraIvone Boechat (autora)Esse ar puro ox...
O maior elogio ao autor é dar-lhe o crédito de aut...
MULHER MADURAIvone Boechat (autora)Esse ar puro ox...
Por favor, conte-me quanto dinheiro já perdeu porq...
MULHER MADURAIvone Boechat (autora) Esse ar puro ...
A autora de Mulher Madura sou eu: Ivone Boechat
Mulher madura Ivone Boechat Esse ar...
Meu texto MULHER MADURA aparece aqui com a assinat...
No seu perfil, você postou meu texto SOU MULHER na...
Você postou meu texto SOU MULHER como anônimo no s...

.pesquisar

 
blogs SAPO

.subscrever feeds